Quarta-feira, 26 de Outubro de 2011

CÂNTIGOS DA BEIRA - BLOGUE -

 

JÁ ULTRAPASSAM AS CINQUENTA MIL VISITAS!

 

    

  Clarisse Barata Sanches

 

                                           TEMPO DE PARABÉNS

    

   Deixar passar cinquenta mil visitas,

   Sem fazer festa aos Cânticos da Beira,

   Ao menos dar-lhe um VIVA, de maneira

   Que elas viessem ver que foram citas!

 

   Enternecidas, lembram carmelitas

   De cela em cela, numa paz ordeira,

   Vêem de longe para ver o Ceira

   Que corre em Góis, de margens tão bonitas!

 

   Cinquenta mil visitas! Importante!

   Por mim eu até acho relevante

   Dar Góis a conhecer e a poesia!

 

   Agradada por este belo prazer,

   Agradeço ao meu Deus alto crescer

   De visitas aceites dia a dia!

 

 

Uma saudação Amiga para os seus padrinhos: Humberto Pinho da Silva, escritor de Vila Nova de Gaia e Rosa Silva, poetisa de Angra do Heroísmo, que também hão-de sentir orgulho deste simpático Blogue.

C.B.S.


publicado por canticosdabeira às 14:43
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Azoriana a 26 de Outubro de 2011 às 20:57
Parabéns dou aos "Cânticos da Beira"
Com um assento pleno de cortesia
Rosa, madrinha da ilha Terceira
Louva todas as visitas da poesia.

Clarisse, sonetista com mestria,
Junta a melodia do seu belo Ceira
E vai-nos cativando no dia-a-dia
Para a cruzada muito à boa maneira.

Coimbra - Beira e Angra do Heroísmo
Marcaram alguns momentos da história
Abraçando novos ecos de lirismo.

Um hino se cria em elo verdadeiro,
Aos Cânticos que são nova glória
De Portugal e do mundo inteiro.

Rosa Maria


Comentar post

Sobre a autora

Visitantes desde 08/04/07

Novidades

MOTES DE ALEIXO
E
GLOSAS DE CLARISSE

Selo do Blog


Clarisse Barata Sanches

(Usa Ctrl+C p/copiar
e Ctrl+V p/colar
o selo no seu blog)

Prosa e poesia (por título)

CONSOLAÇÃO

Carta do Marquês. Nov2014

LÁGRIMAS OCULTAS

PASSANTES DA TERRA

TODA ESTA NOITE UM ROUXIN...

SAUDADES E LEMBRANÇAS

QUARENTA ANOS DE DEMOCRAC...

SAUDADES TENHO; SIM; DO N...

MAIS UM GOIENSE, AMIGO, N...

SE EU FOSSE DEPUTADO, QUE...

Prosa e Poesia (por mês)

links

favoritos

A PÁTRIA PORTUGUESA

Outras visitas


Prosa e Poesia (Meus Livros)



Clarisse Barata Sanches
Mais de 12 livros publicados:

Primeiro livro
Cantei ao Céu e à Terra
1983
(Poesias)

Segundo livro
Gracita Flor da Saudade
1985
(Poesias e Memórias)

Terceiro livro
Luz no Presépio
1985
(Poesias)

Quarto livro
Quadras do Meu Outono
1989
(Poesias)

Quinto livro
Hinos da Tarde
1994
(Poesias)

Sexto livro
Arca de Lembranças
1997
(Memórias)

Sétimo livro
Cartas para o Céu
1998
(Poesias)

Oitavo livro
Góis e Seus Poetas
1999
(Poesias - Antologia)

Nono livro
Góis e Seus Poetas
2000
(Poesias - Antologia)

Décimo livro
Murmúrios do Ceira
2002
(Contos e Narrativas)

Décimo primeiro livro
Sonhos da Alma
2004
(Sonetos)

Décimo segundo livro
Rosários de Amor
2008
(Poesias)

Motes de Aleixo e Glosas de Clarisse

Prosa e Poesia (Pesquisa)

 

De Clarisse Barata Sanches

Rosários de Amor

Dedicatória:
Aos “Rosários de Amor”


Boa amiga Clarisse,
Converti-me aos seus Amores.
São lindos os versos-flores!
Chorei... Queria eu que visse...

Não sei que “frio” me toma,
Ao ler tamanha beleza...
Não é frio, concerteza,
É o amor que me assoma.

Beijadas por andorinhas,
Se fazem as suas linhas,
Com glória, honra em flor.

Solta-se o “Grito de Paz”,
E ninguém mais o desfaz
Nos ”Rosários de Amor”.

Rosa Silva (“Azoriana”)
Angra do Heroísmo
2008/04/07

blogs SAPO

subscrever feeds